Filme nacional O Som ao Redor busca vaga no Oscar 2014

20 de Dezembro de 2013
Filme nacional O Som ao Redor busca vaga no Oscar 2014

Depois de estrear no Festival de Roterdã em janeiro deste ano, o drama brasileiro O Som ao Redor já rodou o mundo colecionando prêmios em diversos festivais, inclusive nos de Roterdã, Gramado, Polônia e Copenhague. Agora, o filme busca uma das cinco vagas destinadas a filmes estrangeiros no Oscar 2014.

No fim de novembro, Kleber Mendonça Filho, escritor e diretor do filme, desembarcou em Los Angeles, Estados Unidos, para divulgar o longa sobre a classe média da capital pernambucana na terra do Oscar com uma exibição gratuita organizada pelo site Deadline. Cerca de 30 pessoas participaram do evento. “Gostei bastante. Tenho sangue hispânico e me identifiquei com as histórias das famílias, da interação das comunidades”, afirmou um dos expectadores.

Em apenas dois dias, Mendonça Filho concedeu 15 entrevistas à mídia internacional. Quando questionado sobre a falta de referências locais que o público de filme poderia sentir, o diretor respondeu: “O filme tem que ser forte o suficiente para poder perder 15% da sua magia. Se for uma obra bem boa, entendemos ao menos 85%”.

Sucesso internacional: colhendo os frutos

O diretor Mendonça Filho já está colhendo os frutos do sucesso internacional de O Som ao Redor. Ele foi convidado a dirigir um roteiro do Mark Peploe – ganhador do Oscar de melhor roteiro adaptado por O Último Imperador (1987). O filme, intitulado The Crew, foi escrito na década de 70 baseado em uma história do cineasta italiano Michelangelo Antonioni.

Peploe conheceu o diretor pernambucano durante o Festival de Locarno, em 2012. The Crew “é um drama que vira thriller, falado em inglês, algo meio [Roman] Polanski dos anos 60”, afirma Mendonça Filho. “Mark pediu para eu ler o roteiro, e agora estamos arregimentando interesses.”

Fonte: Folha